St. Teresa Benedita da Cruz

Hoje a Igreja celebra Santa. Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein), virgem e mártir.

St. Teresa Benedita da Cruz, foi vítima do holocausto nazi. Judia de nascença, nasceu a 12 de Outubro de 1891 em Breslau. Morreu a 9 de Agosto de 1942 no campo de concentração de Auschwitz  quase um ano após S. Maria Maximiano Colbe (14/08/1941).

Edth Stein foi uma filosofa prodigiosa, chegando a ser assistente de Hussrel.  A sua fé perde-se e acaba mesmo por se declarar ateia. Contudo move-a uma forte procura da verdade: «a sede de verdade tornara-se a minha única oração».

Um dia, de férias em casa de uns amigos encontra um livro de St. Teresa de Jesus (Vida de Santa Tersa escrita por ela mesma) que lhe muda a vida acabando por afirmar «aqui está a verdade». Inicia um caminho de conversão que a leva a pedir o baptismo que recebe a 1 de Janeiro de 1922.

A vida contemplativa do Carmelo exerce ela uma forte atracção, contudo o seu director espiritual dissuade-a a entrar afirmando que ela seria mais útil ao mundo e ao Reino de Deus trabalhando no meio do mundo. Assim, dá conferências quer sobre filosofia, quer sobre o cristianismo. Tinha uma predilecção sobre o papel e da vocação da mulher na Igreja.

Contudo a sua vocação ao Carmelo é mais forte e acaba por entrar no Carmelo  a 15 de Outubro de 1933, com 42 anos, assumindo o nome de Teresa Benedita da Cruz.

Em 1940 para fugir da perseguição nazi é levada para o convento de Echt na Holanda. Contudo a 2 de Agosto de 1942 a Gestapo invade o convento e leva-a para o campo de concentração de Auschwitz onde perde a vida.

Teresa Benedita da Cruz nunca perdeu consciência da sua ascendência judia entendendo-a como uma forte ligação a Jesus e a sua Mãe. O seu sofrimento assume-o como configuração a Jesus na Cruz, e como solidariedade com o sofrimento do Povo de Israel.

De uma inteligência enorme e uma entrega a total a Cristo, a sua vida é exemplo do amor do Cristo e modelo de vida a seguir.

O Papa João Paulo II beatificou-a a 1 de Maio de 1987 e canonizou-a a 11 de Outubro de 1998. A 1 de Outubro de 1999 João Paulo II declarou-a co-padroeira da Europa, com St. Catarina de Sena e S. Brígida, juntando-se a S. Bento e S. Cirilo e Metódio.

Fontes:

OLIVEIRA, JOSÉ H. BARROS, Santos de todos os tempos, Vinte séculos de santidade, Paulos ;

http://pt.wikipedia.org/wiki/Edith_Stein

Anúncios

Um pensamento sobre “St. Teresa Benedita da Cruz

  1. Tenho que te levar ao Centro Edith Stein, cá em Lisboa, em Arroios! Há missas ao luar, no terraço e tudo! É um centro de estudo para jovens com um ambiente muito giro e com um peixinho chamado Judas Tadeu ahah

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s